domingo, 30 de dezembro de 2012

132- CINCO OUTRAS "BLACK DIVAS" SAÚDAM 2013!




OLÁ,AMIGOS!
Cinco das mais recentes "Black Divas",ainda não haviam sido registradas juntas,mantendo a "tradição" dos registros realizados,à medida que cada cinco Barbies negras chegavam a coleção.
Todas elas chegaram ano passado,e tiveram sua estréia no blog.
Todas,menos a "Mbili" Young Lya,que é como denominei a
"So In Style" Grace,que representa juntamente com a "Mbili"
"Basic Red",a mesma personagem,(LYA)em fases diferentes.
"Grace",é,então,a Lya jovem,antes de sua "entrada" no mundo Pop Fashion Musical(LOL!).
Para fechar as atividades de 2012 no CLICKING DOLLS,achei que a celebração desse encontro serviria bem ao propósito de desejar à todos vocês um FELIZ 2013.
Como no Brasil,o uso de roupas brancas durante a passagem de ano,guarda relação com aspectos fortes da influência africana em nosso país,nada mais dentro do contexto Réveillon,que cinco divas negras de plástico todas "in white".
Elas são:Ali Saint Jones(Pop Life);Jaqueline(Dallas);Gloria(Black Barbie),
e as duas versões de Lya"Jovem"(S.I.S Grace)Pós Outing(Basic Red).
Quero agradecer imensamente e mais uma vez,a participação dos leitores,seguidores e visitantes do que aqui vou construindo e desejar à vocês e suas famílias,um ano novo repleto de saúde,esperança,prosperidade e PAZ.

HAPPY 2013 To All Of You!!





















sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

131- "SAL" - MODEL BASIC JEANS Nº15 - O FIM DA PROCURA!

SAL&WAL:Model Basic Nº15 E Ken Harley Davidson Nº3
Olá,Amigos!

É curioso e interessante,o processo de descoberta,que podemos fazer,acerca de algumas dolls,até o momento de tê-las
(ou,não...)em nossas coleções.
Quando em fins de 2010,tive a informação do lançamento da série
BARBIE BASIC JEANS,eu,à princípio,me interessei por apenas duas dolls.
Uma delas,foi o Model Basic Nº17,que surgia à meus olhos como a grande "novidade" dessa coleção:um face mold masculino,negro,
muito bonito e inédito.
Como o KEN JAPÃO,também estava em meu foco de atenção para uma possível aquisição,acordei comigo,que estes,seriam,se possível,os dois "meninões" que me interessavam no ano celebração dos 50 anos do Ken.Os outros dois Model Basics masculinos,não me chamaram muito atenção por serem "reprises" de facemolds conhecidos e no caso do Model Nº15,particularmente achava "desnecessário" um bis do Ken Harley Davidson 3,até então,o Ken mais bonito de todos os tempos na minha opinião,e na de muita gente,também.


Mesmo o tendo tido em mãos,na caixa,em algumas lojas,na época do lançamento,foi pelo trabalho de colecionadores,customizadores e até estilistas(como Mario Queiroz,
que apresentou uma bela criação na Convenção Barbie Brasil 2011,usando este doll como modelo),que pude,finalmente compreender,que ele "era",sim,necessário,sendo,na versão "morena" ainda mais fotogênico que na primeira versão,pelo menos considerando-se sua face,já que o Ken HD3,tem o diferencial importante das articulações.
O arrependimento de não tê-lo adquirido,inevitavelmente chegou.
E ainda que raramente fosse,aqui e ali,possível encontrá-lo à venda,a Mattel em suas habituais "bolas fora",não se sabe por que,resolveu "alterar" a versão original do boneco,encurtando-lhe os cabelos e criando um outro "penteado",que em nada valorizou(ao contrário!)o que realmente não precisava de mudanças.


                 Versão Original: Cabelos Longos - Versão Modificada: Cabelos Curtos

Justamente essa versão "alterada" pela Mattel,era a que ainda se podia encontrar à venda.Dificuldade,que por muito tempo comprometeu a possibilidade de finalmente encontrar o boneco original.O que acabou acontecendo de forma surpreendentemente mágica,quando à convite de Marcelo Mouawad proprietário das lojas SEMAAN,também seguidor deste blog,e pessoa que muito admiro,me convidou para conhecer o espaço dedicado,em uma de suas lojas,ao selo "Barbie Collector".
Fim da procura!E o "meninão" está aí.Confesso à vocês,que hoje,o acho verdadeiramente mais bonito que o Ken HD3.E se perguntarem minha opinião sobre qual é o Ken mais bonito de todos os tempos,direi sem hesitar: MODEL BASIC JEANS Nº15.
Para a estréia de SAL,três looks:O primeiro,com inspiração
"Britsh Rock'n Roll" anos 70;O estilo "Urban Cowboy" anos 80 e o "Casual Básico" contemporâneo,totalmente ligado ao conceito de fábrica
do bonecoo.

                                APRESENTANDO:

























           


         Neste Ensaio,SAL "experimenta" o "barato" das
         articulações,usando o corpo de seu "brother" WAL
         -Ken Harley Davidson 3 - Sensacional!






                                  E... SURPRESA....
          Para Um "Garotão" Tão Bonito...Uma "Gata" Linda!
          E Mais Um Belo Casal Se Forma No Doll Cast:

                                  SAL encontra SHYMA










PS: Até Agora...Nada De "Fim Do Mundo"...
 Tenham Todos Ótima Sexta-Feira!!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

130- PERIGOS E RISCOS QUE ENVOLVEM COLEÇÕES E MINHAS METAS PESSOAIS PARA 2013.

2012,foi um ano onde pude observar melhor o mundo do colecionismo de dolls.Um ano,onde também algumas coisas ficaram mais evidentes para mim e determinaram uma nova forma de ver e principalmente de me posicionar em relação à algo que é tão "infinito" quanto todo o cabedal de informações da evolução da humanidade.
Sim,as bonecas estão à serviço da representação da vida humana,há mais de 2000 anos antes de Cristo.
O primeiro plano da relação contemporânea entre o adulto e as dolls,estaria,claro,no inevitável fascínio que este delicado e minucioso universo,imprime à olhos sensíveis,com sua micro representação do nosso próprio universo.Há ainda,toda uma inegável cultura e manifestação artística/criativa,que perpassa todo esse mesmo universo,oferecendo muitas possibilidades de sedução lúdica e interesse artístico.



Mas,na página dois,lá está o velho e bom ser humano,transferindo para bonecos,o que à princípio,nem mesmo deveria fazer parte do universo humano.Tenho observado pessoas se "ocultando" atrás de bonecos,os utilizando como evidente símbolo de ostentação e "poder",como representação de um falso status,ou,até mesmo,de um status genuíno,mas cruel,esvaziado de conteúdo e carregado de arrogância.
Observei também,a perigosa postura do acúmulo,do excesso e da obsessão(traços psicologicamente associados ao colecionismo).
Pessoas vivendo uma história de vida,voltada 24Hs para bonecas,
para "doll notícias" e compartilhamentos diários,via internet...
Me pareceu preocupante.Alienante!



Levou-me a uma observação mais acurada de mim mesmo,dentro deste universo.E o quanto me deixei(ou não)enredar nas teias sedutoras,
mas perigosas deste Universo,desde minha "inserção" no mesmo em 2009.
Mesmo auto-detectando mais salubridade que desequilíbrio,estou me propondo à um afastamento voluntário à partir de 2013.
Quero,principalmente,me distanciar da sedução do acúmulo,e tentar
me orientar de modo menos ligado aos elementos intermináveis do colecionismo,e mais focado,no que desejo comunicar com minha fotografia,
e que passa necessariamente pelo que sou como pessoa e como artista.



Olhei,então,detidamente minha coleção,identificando os "personagens" que a compõem,compreendendo que "voz" quero dar à eles,quando os visto,os produzo e os fotografo.Apesar de saber admirar uma roupa de luxo,creio que prefiro minhas dolls de jeans,como personagens urbanos reais,"diluídos" nas multidões das grandes cidades.
Minhas dolls estariam mais para as ruas,que para as passarelas.
Quero vê-las mais como gente comum,capaz de dar seu recado enquanto "vive",e menos como DIVAS absolutas,ricas poderosas e intocáveis.
Não,não é a fantasia,e principalmente a fantasia do luxo que me atrai na "brincadeira" com as dolls,mas exatamente o comum,o possível,o real.
Isso é o que mais preciso ter em mente,mesmo frente aos apelos do "luxo de plástico",tão caros quanto luxo pra gente.
Manter minha identidade,meus valores e dar meu recado com coerência e conformidade com aquilo que sou e mais que tudo,com aquilo que é minha realidade,financeira inclusive.Espero com esse "afastamento" me posicionar artisticamente falando,de forma como sinto ainda não ter atingido em meu trabalho com as dolls.
Mas,que muito quero atingir,pelo que vejo ser possível realizar à partir delas.